sexta-feira, 28 de março de 2014

Dia 29/03 às 20:30 h começa a Hora do Planeta 2014: use o seu poder!

Assim como fizemos no ano passado, incentivamos que todos participem da Hora do Planeta 2014. O evento, promovido pela WWF, será neste sábado, dia 29 de março, com início às 20:30 h.

A ideia é apagar as luzes por uma hora para demonstrarmos a nossa preocupação com o futuro do planeta. Neste sentido, a poluição luminosa é um grave problema ambiental, social e econômico, e a Hora do Planeta também nos dá a oportunidade de aproveitar aqueles minutos de privação da luz artificial para nos reconectarmos com o céu noturno.

Então aproveite e aprecie o céu! Para quem quer ter uma ideia do que seria o céu do Rio de Janeiro ou outras grandes cidades se todas as luzes fossem apagadas, basta relembrar o trabalho do fotógrafo Thierry Cohen, que fez justamente este exercício de imaginação, juntando fotos de metrópoles com imagens do céu obtidas em regiões escuras de mesma latitude. O resultado pode ser visto abaixo. Quem não gostaria de ter esta visão?


Imagens do Rio de Janeiro caso todas as luzes fossem apagadas. Créditos: Thierry Cohen.


Se alguém quiser aproveitar a Hora do Planeta para identificar as estrelas e planetas, as cartas abaixo mostram o céu noturno no Rio de Janeiro, em 29/03, às 20:30h. A primeira é uma simulação das condições usuais, com as luzes da cidade pouco racionais, direcionando parte da luz para o alto. Na carta de baixo, simulamos o céu noturno até o limite visual médio do ser humano. Ou seja, seria o que veríamos caso todas as luzes artificiais fossem apagadas ou próximo do que seria possível caso a iluminação fosse totalmente racional, cuidando para iluminar apenas o que é preciso, estritamente durante o tempo necessário.



A carta de cima simula o céu do Rio de Janeiro no início da Hora do Planeta 2014 (29 de março, às 20:30 h), com as condições usuais de poluição luminosa. Já na carta de baixo, podemos ter uma ideia de tudo o que os nossos olhos seriam capazes de captar caso as luzes fossem apagadas, e próximo do que poderia ser rotineiro se a iluminação artificial fosse racional, buscanco impactar minimamente no meio ambiente e na nossa saúde. Simulações feitas com o programa gratuito Stellarium.


Não deixe de ver a divertida série de vídeos, intitulada "O homem do Farol", produzidas pelo WWF Brasil para divulgar a Hora do Planeta 2014:



 Desligue as luzes e use o seu poder!


E, por fim é sempre interessante lembrar que estamos na terceira parte da campanha Globe at Night de 2014. Por que não contar as estrelas da constelação de Órion durante e depois da Hora do Planeta, colaborando para estimar o impacto da iluminação artificial no nosso planeta?


 
Vem para a rua! Conte estrelas e ajude a construir um planeta mais sustentável. A poluição luminosa é reversível e todos podemos colaborar!



0 comentários:

Postar um comentário

Página de notícias sobre Poluição Luminosa (PL), mantida pela astrofísica Tânia Dominici.

Pesquisar no blog

Pesquisar este blog

Translate

Translate


Arquivo do Blog
Marcadores

Marcadores

Alemanha (1) Aneel (1) animação (2) Ano Internacional da Luz (17) aplicativos (3) astrofotografia (11) astronomia (2) Banco do Brasil (1) Ben Canales (1) bioluminescência (1) Brasília (1) Brazópolis (2) Calgary (1) Canadá (2) câncer (1) Chile (1) China (1) Christina Seely (3) ciência cidadã (7) Cingapura (1) Cosmic Light (7) Dark Sky Meter (3) David Oliver Lennon (1) Declaração de La Palma (1) Deutsche Welle (1) diabetes (1) Doha (1) emissão de carbono (1) EUA (3) Evitando gerar Poluição Luminosa (3) f.lux (1) França (3) Futurando (1) gif animado (1) Globe at Night (9) Glowee (1) Hillarys (1) Hong Kong (1) Hora do Planeta (2) IAU (1) Ibram (1) ICOMOS (1) IDA (4) Ilhas Canárias (1) iluminação pública (7) impactos ambientais (9) impactos econômicos (6) impactos sociais (7) Itajubá (3) IYL2015 (15) José Cipolla Neto (1) LED (5) legislação (8) Londres (3) Los Angeles (1) Loss of the Night (3) Luz Cósmica (6) Mariana Figueiro (1) Mark Gee (1) MAST (1) Mauna Kea (1) melatonina (1) monitoramento (10) Mont-Mégantic (1) NASA (1) Natal (2) Nicholas Buer (1) Nova Iorque (2) novas tecnologias (1) obesidade (1) Olivia Huynh (1) OPD (13) orientações (5) Oriente Médio (1) pássaros (1) poluição luminosa (47) Pouso Alegre (1) Prêmio Nobel (1) projeto Tamar (1) Reino Unido (1) Rio de Janeiro (4) Rio+20 (1) Rothney Astrophysical Observatory (1) Santa Rita do Sapucaí (1) São Paulo (1) saúde humana (1) SciShow (1) semana de museus (1) simulação (2) SNCT2015 (2) SQM-L (2) Sriram Murali (1) tartarugas marinhas (1) Telluride (1) Thierry Cohen (4) UAI (2) UNESCO (1) vídeo (1) VIIRS (2) What you can do (1) WWF (1) Zijinsham Observatory (1)
Número de visitantes

Total de visualizações de página