quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Ajude a estimar a Poluição Luminosa na sua cidade: participe da campanha "Globe at Night"!

Já ouviu falar sobre ciência cidadã? Alguns projetos de pesquisa científica geram ou necessitam de uma quantidade de dados impossível de ser analisada ou obtida por um limitado grupo de cientistas. Desse modo, criam-se programas e ferramentas para engajar a população nas pesquisas. Ou seja, qualquer pessoa pode colaborar com o desenvolvimento científico, em diferentes áreas do conhecimento. Veja, por exemplo, a página da Citizen Science Alliance (em inglês) com projetos relacionados à meteorologia, meio ambiente e, claro, astronomia...

No caso da poluição luminosa, o projeto 'Globe at Night' conta com a contribuição da população para estimar os impactos da iluminação artificial em todo o planeta. Para cada época do ano e cada Hemisfério (Sul ou Norte), uma constelação de fácil identificação é escolhida como referência. A população é convidada a contar quantas estrelas consegue observar naquela dada área do céu e a registrar suas observações na página do projeto.


A primeira campanha do ano começa hoje, dia 03/01, e vai até o próximo dia 12. Para o Brasil, a popular constelação de Órion deve ser observada. Essa página orienta a contagem das estrelas e recebe os relatos. Um manual com informações detalhadas pode ser obtido  na página do projeto. 

As imagens abaixo mostram exemplos das orientações simples oferecidas para a estimativa da poluição luminosa.


Mapas na direção da constelação de Órion mostrando, como exemplos, dois cenários de poluição luminosa. No mapa da esquerda  não podemos sequer contar as três estrelas do cinturão de Órion (Três Marias) e avaliamos o céu limite como 'magnitude 2'. Corresponde ao que normalmente observamos em cidades de médio porte. No mapa à direita, observamos muito mais estrelas e detalhes da constelação. O céu é classificado como 'magnitude 5' e corresponde às áreas mais afastadas das aglomerações urbanas e, portanto, menos afetadas pela iluminação artificial. Veja todos os mapas de referência no manual do projeto.



Também como exemplo, o mapa abaixo mostra os resultados da campanha em 2012:



Resultados do projeto 'Globe at Night' em 2012. Note como temos poucas contribuições do Brasil! Clique aqui para explorar o mapa.



Vamos participar? Não hesite em fazer perguntas e esclarecer suas dúvidas conosco. Mapear a poluição luminosa é essencial para o planejamento de ações que minimizem os impactos da iluminação artificial na economia, na nossa saúde, no meio ambiente e, claro, para a astronomia... Veja as datas de todas campanhas planejadas para 2013:


Datas das campanhas de avaliação da poluição luminosa por cidadãos voluntários, através do projeto 'Globe at Night'. Participe!


Acompanhe o 'Globe at Night' também no Twitter: @GLOBEatNight, e use a hashtag #GaN2013.


0 comentários:

Postar um comentário

Página de notícias sobre Poluição Luminosa (PL), mantida pela astrofísica Tânia Dominici.

Pesquisar no blog

Pesquisar este blog

Translate

Translate


Arquivo do Blog
Marcadores

Marcadores

Alemanha (1) Aneel (1) animação (2) Ano Internacional da Luz (17) aplicativos (3) astrofotografia (11) astronomia (2) Banco do Brasil (1) Ben Canales (1) bioluminescência (1) Brasília (1) Brazópolis (2) Calgary (1) Canadá (2) câncer (1) Chile (1) China (1) Christina Seely (3) ciência cidadã (7) Cingapura (1) Cosmic Light (7) Dark Sky Meter (3) David Oliver Lennon (1) Declaração de La Palma (1) Deutsche Welle (1) diabetes (1) Doha (1) emissão de carbono (1) EUA (3) Evitando gerar Poluição Luminosa (3) f.lux (1) França (3) Futurando (1) gif animado (1) Globe at Night (9) Glowee (1) Hillarys (1) Hong Kong (1) Hora do Planeta (2) IAU (1) Ibram (1) ICOMOS (1) IDA (4) Ilhas Canárias (1) iluminação pública (8) impactos ambientais (10) impactos econômicos (7) impactos sociais (8) Itajubá (3) IYL2015 (15) José Cipolla Neto (1) LED (5) legislação (8) Londres (3) Los Angeles (1) Loss of the Night (3) Luz Cósmica (6) Mariana Figueiro (1) Mark Gee (1) MAST (1) Mauna Kea (1) melatonina (1) monitoramento (10) Mont-Mégantic (1) NASA (1) Natal (2) Nicholas Buer (1) Nova Iorque (2) novas tecnologias (1) obesidade (1) Olivia Huynh (1) OPD (13) orientações (5) Oriente Médio (1) pássaros (1) poluição luminosa (48) Portugal (1) Pouso Alegre (1) Prêmio Nobel (1) projeto Tamar (1) Público (1) Raul Lima (1) Reino Unido (1) Rio de Janeiro (4) Rio+20 (1) Rothney Astrophysical Observatory (1) Santa Rita do Sapucaí (1) São Paulo (1) saúde humana (1) SciShow (1) semana de museus (1) simulação (2) SNCT2015 (2) SQM-L (2) Sriram Murali (1) tartarugas marinhas (1) Telluride (1) Thierry Cohen (4) UAI (2) UNESCO (1) vídeo (1) VIIRS (2) What you can do (1) WWF (1) Zijinsham Observatory (1)
Número de visitantes

Total de visualizações de página